quarta-feira, julho 11, 2007




O CAMINHO


Pensativo e com as mãos atrás das costas
vou pela via-férrea,
o caminho
mais reto possível.

Atrás de mim, com velocidade,
vem um trem
que não ouviu nada sobre mim.

Este trem – testemunha é-me Zenon, o Velho –
nunca vai me alcançar,
porque eu terei sempre um avanço
com relação às coisas que não pensam.

E mesmo que, brutalmente,
passe sobre mim,
haverá sempre um homem
que caminhe à frente dele,
cheio de pensamentos
e com as mãos atrás das costas.

Como eu agora
à frente do monstro negro,
que se aproxima com uma velocidade espantosa
e que não me alcançará
nunca


Marin Sorescu
tradução de Luciano Maia

Um comentário:

Dorotéia disse...

Descobri seu blog por puro acaso! Aliás, seus blogs! É uma das raras páginas que abordam o Tarot com profunda seriedade. Valeu!