quarta-feira, agosto 18, 2004

it's yeats

Se eu me vestisse como os anjos
do sol e azuis da noite os tons
das estrelas do céu os arranjos
dos meus planos à luz da meia-luz

colocaria o mundo a teus pés
mas sou pobre e tendo só meus sonhos
quero colocá-los a teus pés
pise com cuidado, são meus sonhos


W. B. Yeats

versão brasileira: Marcos Prado e Thadeu

4 comentários:

Ivan disse...

*rosna irritado consigo mesmo*

não posso evitar: linda zoe gata borralheira: essa transcrição que você fez (provavelmente da edição Os Catalépticos) padece da falta de um verso: no primeiro LP do Beijo AA força temos o poema completo, lindamente executado em música, por sinal:

Se eu me vestisse como os anjos
do sol e azuis da noite os tons
das estrelas do céu os arranjos
dos meus planos à luz da meia-luz

colocaria o mundo a teus pés
mas sou pobre e tendo só meus sonhos
quero colocá-los a teus pés
pise com cuidado, são meus sonhos

Zoe de Camaris disse...

se não é vc Ivan ... pantera agradecida faz reverência felina :)

eu bem que percebi algo estranho mas não não me lembro do marcos comentar nada com relação à falta de um verso. grata, vou corrigir agora.

olhe essa tradução: "Tivesse eu as roupas bordadas do paraíso/ tecidas com luz dourada e prateada/ o azul e o escuro e os negros panos da noite/ e a luz e as metades-luzes/ Eu espalharia essas roupas sob os teus pés: Mas, sendo pobre, tenho apenas os meus sonhos/ Eu tenho espalhado os meus sonhos sob os teus pés/ Por isso, pise suavemente; afinal, você está andando sobre os meus sonhos".

Não sei de quem é, mas nem se compara.

miadíssimos,
Zoe

Ivan disse...

*expressão de horror*
absurdo barroco o último verso dessa versão: quão mais simples é a solução do Marcos e do Tadeu... o horror é que ainda está "errada": pise é usado pra você, então o mundo é a SEUS pés... argh: o horror... deixa assim que lembra o título do livro da surtada ana cristina cesar, nossa sylvia plath da guanabara... eu gosto dessas palavras de índio, vamos conjugar verbo e pronome como uns índio... *rosna e salta fora*

Tatiana disse...

Ai, vcs!

Estou a procurar a letra da música, que eu nem sabia que era de Yets, que por sua vez tb era desconhecido para mim, e encontro essa "aula".

Obrigada!

Sim, melhor simplificar, né? Recado compreendido!

Abraço os dois.