quarta-feira, fevereiro 20, 2008




não há nenhum lugar melhor que o deserto para as idéias
ponha-se o nada sobre ou sob o absoluto e tudo será areia
o destino traçado e a rota escolhida do pensamento não calçam as mesmas pegadas
quando um homem pensa sozinho pensa por todos
não há liberdade maior do que estar sozinho no deserto nem sofrimento maior também
as idéias são como fragmentos de areia que se espalham e só
se juntam com exuberância quando
como dunas
cada dia num lugar diferente
quanto ao céu
ele não existe neste deserto por enquanto
onde ele está ninguém que caminha pelo deserto tem a mínima idéia


Marcos Prado

4 comentários:

Renato disse...

OI!
Estou sempre por aqui,
espiando-te!

Priscila Manhães disse...

Oi, Zoe.
Bom ver você postando de novo. :)
Beijo!

Debora Bottcher disse...

Profundo esse espaço, não? Muito bom... :)
Beijo e saudade.

Meg (sub Rosa) disse...

Que bom ver novo post
E que bom que é um poema muito belo.
Um beijo e saudades.
Meg