sexta-feira, novembro 17, 2006

nenhum homem é uma ilha


takeshi kaneshiro


poema pra quê?

________________________________________________________

5 comentários:

Druantia disse...

Oiiii...japones??? Meu deus!

Zoe de Camaris disse...

pois é, pois é.

Andressa disse...

é baby, realmente não precisa dizer mais nada...calafrios! :D

Jana disse...

num mundo onde ninguém uma ilha, poucos são terra extensa e fecunda. hoje (que é ontem, lá no mundo dos que dormem) pensamos muito em vc. beijo.

jose (porto) disse...

“No man is an island, entire of itself; every man is a piece of the continent, a part of the main. If a clod be washed away by the sea, Europe is the less, as well as if promontory were, as well as if a manor of thy friend’s or of thine own were. Any man’s death diminishes me, because I am involved in mankind; and therefore never send to know for whom the bell tolls; it tolls for thee” John Donne